enquanto circulamos pelo bosque das arapiracas, outra cidade se anuncia

O bosque fica no centro da cidade, divide a região central com o Alto do Cruzeiro, Capiatã e Caititus, percorrendo o curso do riacho Piauí, que também corta o Parque Ceci Cunha, vizinho deste bosque. Tem uma importância fundamental para o desenvolvimento de qualquer agenda ambiental e de lazer e turismo para Arapiraca, cidade de turismo de negócios, pode aproveitar muito essa moeda de ser um município que possui parques e bosques com grande preocupação com a qualidade do espaço urbano.

Como o bosque é recente, as árvores ainda são bem jovens e pequenas. Se bem cuidado pelas próximas gerações deve ser o pulmão da cidade por ser uma área verde considerável. É um patrimônio muito importante, basta observar a foto 1 para apoiar a ideia de manter verde e natural esse espaço nos limites da região central. É território de lazer e descanso, de caminhadas, para correr, pedalar, ou para ficar a pensar sobre a vida. Em uma década estará quase irreconhecível, com o crescimento das árvores e a verticalização urbana em seu contorno. As melhores cidades do mundo possuem bons parques, bosques, hortos e regiões de conservação da natureza e da vida animal. Ter um bosque no centro da cidade não é para qualquer um não. As condições geográficas de Arapiraca são muito interessantes nisso, por isso mesmo é preciso que nos eduquemos para avançar com estas áreas por todo o território urbano.

O sol da primavera e as cores do bosque são muito agradáveis de ver nessa época, muito vivas e intensas. É uma pena que toda a arquitetura e engenharia públicas por aqui pensem sempre em lotear parte do espaço com comércios (como o quiosque da foto 5) e que deixe de lado a preocupação com o bem maior do bosque, aliás, seu único motivo de existência, o riacho Piauí, completamente abandonado (conforme a última foto). Cuidar do bosque é sinal de civilidade, de possuir área de beleza natural, de investimento futuro, de seguro climático, de alto nível de qualidade de vida. Todos nós ganhamos.










enquanto circulamos pelo bosque das arapiracas, outra cidade se anuncia enquanto circulamos pelo bosque das arapiracas, outra cidade se anuncia Reviewed by davy sales on terça-feira, outubro 06, 2015 Rating: 5

2 comentários:

Anônimo disse...

quero relatar um problema no seu texto, não encontrei o nome do autor desse texto, outra coisa eu entendo que arapiraca precisa de áreas verdes como o bosque só não entendi porque os quiosque que lá ser encontra de alguma forma modifica a paisagem natural do local e quase 100% dos bosque urbanos ser encontra uma forma de comercio para servi a população em geral, você entende que ser não fosse os quiosque lá os praticantes de exercícios iria tomar água aonde, talvez no próprio riacho piauí.

davy sales disse...

Olá Anônimo, obrigado por seu comentário. A autoria do texto é minha. Todos os textos nesse blog são meus, de minha escrita. Raras vezes publiquei aqui textos de terceiros, e quando o faço, aponto o autor. Nos textos que eu mesmo escrevo não aponto autoria porque o AgresteNews é meu blog e publico apenas as minhas análises. Quanto a questão dos quiosques é uma preocupação com nossa engenharia e arquitetura publicas geralmente loteia o espaço para a iniciativa privada e seus comércios, o que descaracterizaria as áreas verdes de esportes, descanso e lazer. Sobre a água eu concordo que deve haver chuveirões para banhos e torneiras para beber água. Ah! sim! seria maravilhoso podermos beber água no próprio riacho mas nós não conseguimos até hoje mantê-lo limpo e digno de água potável, mas seria excelente poder beber água direto de suas margens. Um abraço.

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.