pnbl e a internet em arapiraca

internet_1
No documento de 2008, o governo Lula fez um estudo detalhado das demandas de internet banda larga no Brasil (ver aqui). O governo Dilma escolheu 100 cidades para o início do PNBL – Plano Nacional de Banda Larga, que pretende oferecer estrutura para internet de alta velocidade em todo o Brasil. A velocidade inicial é de 1 mega por segundo, devendo alcançar velocidade média de 5 mega por segundo até 2014.

Arapiraca, Messias, Palmeira dos Índios, Joaquim Gomes, Pilar e Rio Largo foram escolhida entre as 100 primeiras cidades a ter acesso a banda larga universalizado no Brasil. Isto é, a telebrás e operadoras vão oferecer conexão de 1Mb a R$35. Pretende-se que o sinal banda larga esteja disponpivel a partir de outubro. A maioria dos lares (e indivíduos) poderão ter acesso a banda larga fixa ou móvel a partir de R$ 35 – hoje a maioria dos provedores cobram entre 50 e 90 reais por 256kb. Os provedores locais devem baixar seus preços pois terão disponíveis maior capacidade de rede com preços menores do que pagam hoje. Mas nem tudo é um mar de rosas.

O problema é que o governo Dilma cedeu a pressão das Teles que pediram prazos maiores e menos cobrança para que cheguem a equação de mais velocidade por menor preço. Um grave problema no PNBL hoje é o limite de 300Mb de tráfego para download no mês (ver aqui e aqui). Isso é um erro, pois para assistir a um filme pela rede hoje lá se vão 1.4Gb. Na prática, esse limite de download se transforma numa internet inviável para quem precisa. O governo precisa ficar atento para que o PNBL se transforme apenas no possivel PNBL, deixando de lado a universalização e os preços simbólicos (ver aqui). Precisamos esperar para ver o impacto da Telebrás nesse mesmo mercado e ver se esta ajuda a aumentar a qualidade dos serviços.

pnbl

O interesse original de Lula era que a Telebrás se tornasse uma empresa forte para atender consumidores de internet onde a iniciativa privada falhou. A telebrás construiria uma rede de fibras óticas para a circulação dos dados do governo e instituições públicas. A telebrás faria também a inclusão digital onde o acesso à internet fosse dificultada pela iniciativa privada. Com os novos rumos no PNBL parece-nos claro que o antigo projeto transformou-se apenas no possível: as operadoras de telefonia oferecerão 1Mb de velocidade por R$35 e limite de 300Mb para download. Muito ainda se discutirá sobre esse projeto que começa a existir de fato. Os cidadãos e cidadãs devem entrar no debate, para que a internet no Brasil seja universal, rápida e barata. O acordo feito pelo governo e teles só piorou o quadro (ver aqui e aqui). O limite de 300Mb para download, na prática, inviabiliza o projeto, visto que a maioria dos assinantes dos pequenos provedores já possuem download ilimitado. Um tuitaço foi feito recentemente (#MinhaInternetCaiu) (ver aqui) para alertar a sociedade quanto as mudanças no projeto original.
pnbl e a internet em arapiraca pnbl e a internet em arapiraca Reviewed by davy sales on segunda-feira, julho 04, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário:

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.