terceiro setor é a identidade econômica de arapiraca

Quando em 1848, Marinho Falcão vendeu suas terras para Amaro da Silva Valente, o seu genro Manoel André foi “desbravando” a terra em busca de um lugar para fundar uma vila, que foi chamada de Arapiraca. Em 1863 os produtos agrícolas do povoado já eram vendidos na feira de Lagoa dos Veados (atual Canaã). Em 1884 Esperidião Rodrigues cria a feira local. A produção da farinha de mandioca e o local de entreposto da vila, no centro de Alagoas, impulsionava cada vez mais as oportunidades.

image

A partir de 1912 começam algumas divergências entre os interesses do povoado e a sede do município, Limoeiro de Anadia. .Em 1924 é sancionado a lei estadual de criação do município de Arapiraca. Em 1925 Experidião Rodrigues é o primeiro prefeito. mas é em 1927 que se dá a posse a primeira junta governo municipal. Desde então, a feira e o comércio proporcionaram as bases para a expansão da cultura fumageira (plantio, beneficiamento e comércio do tabaco). Tão expressiva, que nas décadas de 70 e 80 do século XX foi considerada “a capital brasileira do fumo”. É parte da identidade da cidade.

image

A decadência do comércio global do tabaco nos anos 80-90 não destruiu Arapiraca porque esta já possuía então uma das maiores feiras-livre do nordeste e alimentou os pequenos comércios, criando um coletivo de comerciantes que migraram das bancas às suas próprias lojas. A feira-livre propiciou um espaço amplo de trocas econômicas e imprimiu a ascendência dos serviços como traço econômico para essa municipalidade. O setor de serviços teve um avanço bastante considerável em relação à agricultura e à indústria. Tornou-se então pólo comercial regional, além de figurar hoje, para todo interior do estado, como cidade de amplos serviços: rede bancária (a maior no interior), forte comércio (centro econômico regional), rede de atenção à saúde (farmácias, hospitais e clínicas), acesso à justiça (tribunais e agências governamentais), acesso à educação (faculdades e universidades).

image

Com sua posição geográfica privilegiada, desde os anos 90 tem mostrado domínio amplo sobre toda a região agreste e sertão do Estado. Em 2010 tornou-se região metropolitana. Como podemos observar no gráfico acima (IBGE) dos R$ 1,3 bilhões do nosso PIB, quase um bilhão vem da área de serviços. O futuro já chegou por aqui, pois as oportunidades são muitas, mas é preciso boas idéias. O comércio, no sentido amplo de serviços, é a identidade desta cidade.

1. Praça Manoel André (R. do Comércio) – recorte da fotografia do acervo da Câmara Municipal de Arapiraca

2. Recorte de Foto aérea de Ricardo Nezinho

terceiro setor é a identidade econômica de arapiraca terceiro setor é a identidade econômica de arapiraca Reviewed by davy sales on quinta-feira, maio 26, 2011 Rating: 5

Nenhum comentário:

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.