o capital político de luciano barbosa

Luciano BarbosaProduzí uma enquete para obter dados sobre a opinião pública em relação a gestão do atual prefeito de Arapiraca, Luciano Barbosa. A enquete ficou disponível para a votação durante um mês (14/04 a 14/05) mas abriga, em sua qualidade, um traço bimestral. A enquete não tem valor científico, isto é, representa mais uma certa potência do que um fato empírico. Entretanto, observar a latência dos números e seus significados, nos abre caminhos para algumas proposições sobre a gestão do nosso atual prefeito. Mesmo com graves problemas no campo do transporte público, na manutenção das vias públicas, e problemas pontuais na educação, o tom geral é de aprovação do conjunto. Uma certa euforia tomou conta da cidade com:
  • a expansão demográfica (214 mil hab) e urbana (a periferia rural está se urbanizando);
  • as recentes perspectivas de mudanças na matriz energética (obsoleta);
  • a redimensão da oferta de água potável e do saneamento;
  • a chegada de novos empreendimentos privados (moradia e comércio);
  • os espaços de lazer (teatros do SESC e SESI, parque Ceci Cunha, Lago do Perucaba e o vindouro Bosque das Arapiracas);
  • e educacionais (UNEAL, UFAL e IFAL).
Difícil rotular o prefeito Luciano Barbosa com um adjetivo a sua altura, sem cair no risco de simplificar sua presença em nosso cenário político. Ao suceder Célia Rocha para o executivo, pousou no imaginário local como o ente político que inaugurou uma nova ordem de cidade. Sua administração reorientou o antigo desenho de cidade, e começou a digerir um “boom” econômico, notadamente no campo da construção civil e a ampliação da influência de Arapiraca no agreste, coincidindo com a chegada do status de Região Metropolitana. Essa punjança está presente nas obras de saneamento, na malha viária, na oferta de casas e apartamentos, parques, duplicação de rodovia, investimentos privados e expansão da rede de faculdades e universidades.

Em 14 de Maio de 2011, o resultado da enquete ficou assim:

A gestão do prefeito é:

votos percentual
Péssima 7 5,79%
Ruim 18 14,88%
Boa 60 49,59%
Excelente 36 29,74%

O resultado da enquete mostra, de maneira consistente, que metade dos votantes estão satisfeitos com a boa gestão do prefeito. Se aumentarmos a lente é possível chegar a conclusão de que o prefeito tem 79,33% de aceitação como gestor público. Isso é um ótimo indicador, mas atente-se para o fato de que 20,67% desaprovam o modelo vigente na condução da cidade. Está claro que o modelo administrativo é amplamente aceito e aplaudido, inflando o capital político do prefeito. Olhar para os números negativos é interessante para sinalizar se há uma ruptura na adesão civil ou em que medida o caminho adotado é criticado. Observemos: 14,88% dos votantes consideram a gestão ruim e mais 5,79% chegaram a conclusão de que é péssima.

Um exercício analítico que realce a qualidade desses números anuncia fortemente uma ampla aceitação, ao nível de 8(+) para 2(-). Como a enquete não abre espaço para destacar as motivações dos votantes neste ou naquele padrão, apenas posso inferir que a satisfação (80%) com o modelo administrativo adotado pelo prefeito tem legitimidade popular, enquanto a insatisfação (20%) deve servir de radar para problemas pontuais no cotidiano da administração das secretarias e sua interferência na vida dos seus moradores.

Por fim, é preciso destacar o capital político do prefeito Luciano Barbosa sobre o pano de fundo dessa enquete. Nas últimas semanas a cidade discutiu novos nomes para a sucessão municipal em 2012. Como Luciano Barbosa está em seu segundo mandato, não poderá tentar sua reeleição. Em entrevistas, o prefeito tem dito que é cedo para falar sobre eleição e que não tem nenhum nome certo que indicará como sucessor.

Seu ótimo desempenho nessa pesquisa de opinião mostra que seu capital político cresceu, e se manteve, sendo capaz de influenciar e fazer a maioria dos eleitores votarem sob sua indicação. Não há nenhum nome hoje que seja capaz de manter a presença e força política do atual prefeito. Nenhum político local tem a projeção, influência e trânsito político equiparável ao dele. Isso é um problema. Ao deixar a cadeira do executivo em dezembro de 2012, deverá se contentar com um nome da mesma envergadura que os inexpressivos candidatos que tem surgido em nome de uma pretensa alternativa ou oposição.

Apesar dos problemas pontuais de sua administração, dependente de investimentos (atrasados) do PAC e PAC2 do governo federal, a cidade tem vivido novos tempos que considero serem os traços e os horizontes da nova Arapiraca. Sua distância do lamentável governador Teotônio Vilela ajuda a baixar a capacidade de inestimentos estaduais, mas seu bom diálogo com deputados e senadores, além da iniciativa privada, tem produzido um lento mas consistente avanço na estrutura econômico-social da região. É por isso que hoje o prefeito Luciano Barbosa tornou-se uma figura ímpar para a política local e regional.

Ainda é um mistério qual o uso que fará deste vulto político após 2012. Não sabemos se deseja ir para o Governo do Estado, Assembléia Legislativa, Câmara de Deputados ou Senado. O que é possível perceber é que o prefeito conquistou a entrada na maturidade política, e tem boas chances de ser eleito para novo cargo público.
o capital político de luciano barbosa o capital político de luciano barbosa Reviewed by davy sales on domingo, maio 15, 2011 Rating: 5

3 comentários:

Anônimo disse...

É necessário enfatizar: "Em terra de cego, quem tem um olho é Rei".
O atual representante do executivo não é a melhor versão do político que necessitamos, mas diante da safra que possuímos ele é seguramente um dos representantes de um seleto grupo. Este grupo é um composto de um número ínfimo de políticos menos ruim, daí o meu apoio restrito ao Sr. Luciano Barbosa.
Porém, espero sinceramente muito mais de nosso prefeito, pois com o apoio que possue aumenta e muito a sua responsabilidade, principalmente no que se refere as promessas não concluídas de várias obras importantes no desenvolvimento de Arapiraca.

Há Lagoas

BLOG DO SOUTO disse...

Ñ tenho dúvida que Luciano Barbosa é disprada sem segundo o melhor prefeito de Alagoas. Desde da campanha do seu primeiro mandato que eu afirmava: Arapiraca vai ganhar um gestor da melhor qualidade e não tenho medo de errar: o melhor de Alagoas.
Bernardino Souto Maior Neto

elvis disse...

O trabalho do prefeito é excelente e sem duvida um dos melhores prefeitos do Brasil.

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.