a senzala reelege a elite fascista de alagoas

No estado mais pobre e atrasado da república, a senzala continua unida pelos seus algozes. O povo está doente, caso para uma psicologia coletiva. Por viverem na pobreza, analfabetismo e múltiplas violências, aprenderam que tem dono. Eles assoviam e o rebanho os socorre. Alagoas é o estado onde trabalhador vota em patrão. Isso só é possível numa sociedade de ignorantes. A outra Alagoas que votou contra essa “gente de bem” não pode se calar. Tem que começar a se movimentar contra essa eterna ordem de subalternidade.

Os ilegítimos representantes do vil poder alagoano, foram reeleitos para continuarem o açoite contra o futuro dos cidadãos. Os mais pobres são aqui, em sua maioria, masoquistas, com moral de periferia, subalternos e com índole de escravos. Do outro lado, os sádicos e ignorantes da elite iletrada e corrupta que vive sugando os cofres públicos e o nosso futuro.

As três "autoridades" abaixo são um atentado contra a sanidade da vida social de um estado como Alagoas. Para que nós pudéssemos avançar seria necessário legitimidade popular. Como é que os três, que são da ordem política de direita e que estão a serviço da eterna manutenção do status quo, vão melhorar a vida dos alagoanos? Não vão. Eles mentem. É Fato. É urgente uma movimentação popular que fomente representação política com origem no povo. 

Teotônio Vilela Filho é reeleito governador de Alagoas
Isto é a (des)Alagoas: Um usineiro mesquinho, um governador só-para-os-ricos e um deputado fascista. Onde estão os homens "de bem"? Os homens do povo estão em casa, escondidos, calados, e com medo!

Para um país que acaba de eleger uma mulher da classe trabalhadora para ser a primeira presidente do Brasil, a honrada Dilma Rousseff, a eleição alagoana mostra o quanto estamos distantes de assumirmos nossa própria história e expulsar a elite feia e triste da nossa vida social. Que Lessa nos socorra, sem Collor, obviamente.

Resultado das eleições: Teotônio 52% e Lessa 46%

Foto: CadaMinuto

Mesquinho: Aquele que tem demais, não divide e ainda quer mais, ora por dinheiro, ora por poder
Só-para-os-ricos: Governos liberais, privatistas, atenção ao capital, baixissimo foco em investimento social
Fascista: Culto à personalidade, ao Estado totalitário, as verdades absolutas e horror aos movimentos sociais
a senzala reelege a elite fascista de alagoas a senzala reelege a elite fascista de alagoas Reviewed by davy sales on domingo, outubro 31, 2010 Rating: 5

Um comentário:

Anônimo disse...

É um direito legitimo no Estado democratico de direito a manifestação de cada cidadão. O que não dá para compreender é a defesa apaixonada de políticos derrotados cuja ficha são pertubadoras para quem pesquisa.
Lessa poderia ter sido a chance de um novo amanhã, mas sucumbiu ao poder e se tornou tão mau quanto qualquer outro político.

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.