rodoviários páram, e nós aprendemos.

Sindicato e BOPE em diálogo (foto Alemtemporeal)

Algo incomum e inusitado ocorreu hoje em Arapiraca. Os rodoviários fizeram uma manifestação no centro da cidade, fechando o Parque Ceci Cunha, a rua 15 de Novembro, e Marcelino Mlhães, além das adjacências, com ônibus atravessados e com pneus vazios. Inusitado porque muitos trabalhadores arapiraquenses são submissos ao patronato. Os sindicalistas lutam para que os rodoviários tenham aumento de salário e estabilidade de emprego, porque estamos numa cidade onde a população não tem um sistema de transporte. A prefeitura relegou essa demanda para segundo plano, permitindo a proliferação de motos-taxi e de várias ordens de transporte “alternativo”. A categoria tem apoio Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Arapiraca e da CUT. O incomum, entre nós, é a abertura à greve, à movimentação, à luta por direitos. Os rodoviários ofereceram a chance para outras categorias de trabalhadores lutarem. A luta dos rodoviários pode se somar a luta mais ampla pelo direito à circulação, pois as empresas que tem ônibus circulando por nossos bairros oferecem ônibus velhos, quebrados e cobram uma tarifa muito abusiva. Enquanto o poder público permanece incapaz de entender e atender às demandas populares por transporte. A luta dos rodoviários é a luta de todo trabalhador que se submete a ganhar mal e viver em contratos precários de trabalho e de direitos.

rodoviários páram, e nós aprendemos. rodoviários páram, e nós aprendemos. Reviewed by davy sales on terça-feira, maio 25, 2010 Rating: 5

Nenhum comentário:

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.