internet cara e sem concorrência em arapiraca

Se você mora em Arapiraca e precisa de internet, deve se sujeitar a pagar tarifas abusivas e serviço de terceira categoria. Os provedores de acesso (oops e acesso10) mantém a cidade inteira refém porque não há concorrência para internet a cabo. Outras opções tem surgido, mas o tarifa mensal continua abusiva (Oi, Vivo, Velox, etc).
Oops_LogoMedacesso10 
Acesso10 e Oops cobram uma tarifa mensal altíssima. Para se ter uma idéia, a conecção mais lenta de 256 kb/s sai entre 60 e 90 reais. Isso mesmo, para andar como uma tartaruga, demorar para baixar um vídeo ou quedas constantes do sinal, nós pagamos mais do que os paulistas (em média 29 reais em SP por 256 kb/s).
Parece que o cenário vai mudar. Lula quer a universalização desse serviço. Internet será como luz e água nas casas, uma necessidade básica. Nesse sentido, o governo federal pretende oferecer o sinal de internet em todo o território brasileiro a preços baixos.
Pretende-se oferecer aos consumidores pacotes mensais de R$ 15 (para velocidade de 256 Kbps), R$ 25 (512 Kbps) e R$ 35 (1 Mbps). Assim, deixaremos de ser explorados e pagaremos um preço justo. Nada mais saudável do que essa concorrência para fazer com que a iniciativa privada reveja seus custos, e lucros, e ofereça um serviço de qualidade com preços reais. Como pode o arapiraquense pagar mais por internet do que o europeu e os paulistanos?
internet cara e sem concorrência em arapiraca internet cara e sem concorrência em arapiraca Reviewed by davy sales on sexta-feira, fevereiro 05, 2010 Rating: 5

5 comentários:

Anônimo disse...

Cara, uso Acesso 10, a velocidade de download paga é 1Mbps, mas a velocidade não chega a 500 Kbps, internet de má qualidade e alto custo.

Victor Marques disse...

Qual a melhor?
oops ou acesso 10?

Victor Marques disse...

qual a melhor: oops ou acesso 10?

Anônimo disse...

Melhor você perguntar qual a PIOR.

Anônimo disse...

nenhuma presta, enquanto não entrar um empresário de vergonha no ramo, somos refem de má serviço e cobrança abusivas

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.