arapiraca, um balanço para 2010

DSC03962Arapiraca entra em 2010 bem mais pronta para enfrentar seus novos desafios que se apresentam diante de seu novo papel: pólo educacional e centro de região metropolitana.

DSC04123 Ao concentrar duas universidades e uma dezena de faculdades está a construir um pólo educacional de alcance regional. Muito do nosso desenvolvimento dependerá da socialização desse capital humano localmente. A cada ano a cidade abrigará mais pessoas com diploma universitário, o que elevará a qualidade de vida, a renda e o consumo. A ciência, e seus artefatos, podem dar alicerce para o futuro da comunidade.

DSC03940 A vida política é arcaica. Os antigos grupos, que elegem vereadores, deputados, governadores e senadores, continuam a dominar a cena. Eles publicam uma “pesquisa” onde seu candidato é sempre vencedor. Não há força política nova – salvo o nome de Luciano Barbosa, que cresceu e adquiriu capital político e influência estadual, infelizmente ainda atado à compromissos com forças políticas ineptas, como Calheiros e Collor. Não há movimentação política nova, alternativa ou independente. Não há luta e embate político. Não há profusão de idéias. Tudo cheira a balcão de negócios.

 DSC03775No campo da habitação popular a cidade viu um crescimento vertiginoso. Dezenas de novos conjuntos residenciais foram construídos na periferia dos quatro cantos da cidade. Em bairros como o Alto do Cruzeiro e região da Área Verde, receberam edifícios de apartamentos. Em vários bairros, como a Massaranduba e Baixa Grande, vemos alguns condomínios de apartamentos.

DSC04071 O transporte público continua sendo o pior que temos: não há linhas regulares para todos os bairros. A maioria dos trabalhadores vão ao trabalho à pé. Sem concessão pública, através de editais de concorrência, o sistema vive sob regime de urgência. Falta vontade política, porque não se vê arapiraquenses em passeata pedindo por transporte público. Estão todos satisfeitos com a subalternidade que se apresenta no jogo da cidadania local. 

DSC04076Quem deseja se divertir aqui não é a cidade. Não há nada que não seja bar. Mesmo com teatros novos, não há cena cultural. Não há cinemas, senão dvds piratas nas esquinas do centro. Não há boites, portanto aqui não se dança as sextas e sábados. Eventualmente ocorrem bons eventos, mas se dissipam no ar e nunca mais retornam. A iniciativa privada está perdendo feio por não entender a demanda por lazer nessa região, e a iniciativa pública é lenta, pobre e sem projetos de impacto duradouro.

arapiraca, um balanço para 2010 arapiraca, um balanço para 2010 Reviewed by davy sales on domingo, dezembro 27, 2009 Rating: 5

Nenhum comentário:

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.