eficiência policial, uma nota

Neste domingo, por volta das 23:30, estava voltando para casa caminhando pelo centro. Quando entrei na rua domingos correia, logo depois uma moça começou a andar atrás de mim. Falava ao telefone e dizia que estava chegando à cidade e iria pegar um moto-taxi na praça marques. Estava com bolsa de viagem, ou algo assim. Continuei caminhando enquanto a moça atrás seguia conversando. Ao chegar a esquina da rio branco, ouví um grito muito forte e estridente. Ao olhar para trás ví um homem numa bicicleta parado e outro com a mão na cintura, como quem avisa que está armado, gritando com a garota e exigindo a bolsa. Cinco segundos de ação. Fugiram pedalando pela rio branco, como quem segue em direção as cacimbas. A moça gritou novamente, atônita, correu para o cruzamento pedindo ajuda. Reclamava que levaram todos os seus documentos. Três ou quatro policiais motociclistas chegaram no mesmo minuto do assalto e rapidamente seguiram os ladrões. Um policial retorna e avisa que pegaram os ladrões. A moça seguiu com ele para reaver seus pertences. Pausa. Meu coração pulsa forte. Numa situação de assalto não há como intervir sem colocar a vida em risco. O grito da moça deve ter sido ouvido pelos policiais. Que chegaram muito rápido e prenderam os ladrões. Veio a lembrança de quando também fui assaltado por dois garotos em uma bicicleta. Talvez seja uma constante. Talvez seja preciso desconfiar de dois homens, na alta noite, andando pelas ruas do centro em uma bicicleta.

eficiência policial, uma nota eficiência policial, uma nota Reviewed by davy sales on segunda-feira, novembro 30, 2009 Rating: 5

Nenhum comentário:

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.