como destruir a festa de são joão

As festas juninas em Arapiraca estão perdendo a força e sua tradição. Não se faz mais fogueiras, festas de rua e de clubes, como antes. Salvo as excessões, as fogueiras estão a se tornar artigo raro por aqui. A tradição do forró (aquele que embalou e alimentou a cultura nordestina) deu lugar as bandas que imbecilizam o forró.
A programação do lago da perucaba foi um acidente, porque a programação é comercial. A programação tradicional do mercado do artesanato, no Ceci Cunha, aproximou-se melhor das nossas raízes. Os arraiás são o ponto forte da festa e são muito bonitos e apreciados. Com uma programação pífia, com cantores e bandas de fim-de-forró (ou de um forró estilizado e comercial), a festa não atraiu o público que esperava.
A prefeitura anunciou que 200 mil pessoas já visitaram os arraiás na cidade e nos sítios. Obviamente que isso é apenas propaganda porque os shows tem sido visto por um público razoavelmente pequeno e as quadrilhas tem se apresentado para um público restrito também. Não tivemos 200 mil pessoas a visitar nossa festa junina principalmente porque a programação pública da festa é mais conversa pra boi dormir. Aliás, o bumba-meu-boi também esqueceu de vir.
como destruir a festa de são joão como destruir a festa de são joão Reviewed by davy sales on quarta-feira, junho 24, 2009 Rating: 5

Nenhum comentário:

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.