crime s/a: o medo nas cidades alagoanas

Limoeiro de Anadia viveu sempre sobre o domínio do medo. Uma cidade inteira parada sob as ordens do dono da cidade. Muitos moradores hoje falam sobre a situação, porque agora a prefeitura foi tomada pelo povo, que elegeu outro prefeito. Dizia-se que em Limoeiro não existe ordem civil e direitos. Lá "era" terra sem-lei, ou melhor, a lei da ameaça, da tortura e do medo da turva elite que sempre se perpetuou no poder. E tudo isso com a benção do governo estadual que nunca foi apurar os desmandos e violência na região. Uma revolta popular foi visível na última eleição, destituindo do poder quem confunde a coisa pública com seu próprio quintal. Limoeiro foi uma cidade que esteve fechada para o mundo, com as chaves e os cadeados da porteira nas mãos dos donos do curral.

São miguel dos Campos é outra cidade terrível para se viver (ainda que possua um litoral estonteante). Um industrial, que mantém uma usina poluindo e sufocando o futuro da cidade, disse, segundo o jornal Extra, que há "três remédios para receitar cabra safado. Botar para correr da cidade, mandar enterrar vivo e depois sumir com o cadáver para que ele nunca possa ser encontrado". Em Alagoas é assim, a elite violenta fala abertamente contra a ordem pública, a lei e os direitos. E nada acontece. Cogitou-se queimar guardas rebelados em greve. Viva a idade média e a ausência da constituição brasileira.

Coruripe é a cidade do medo. São crimes de mando, sequestros, tortura e assassinatos. Numa paisagem paradisíaca, uma violência insana e enorme afeta o futuro da democracia e dos direitos, sempre desrespeitados com apoio das elites do Estado. Viver em Coruripe é possível, contanto que não interfira na ordem criada por uma elite local. Tudo é deles, cada pedaço de chão daquela terra. Oposição não é tolerada.

crime s/a: o medo nas cidades alagoanas crime s/a: o medo nas cidades alagoanas Reviewed by davy sales on quinta-feira, fevereiro 05, 2009 Rating: 5

Um comentário:

Anônimo disse...

E ainda tem Batalha, Delmiro, Mata Grande, Canapi etc...Em alagoas infelismente é assim. É um estado muito violento sem pespectiva de que algo melhor aconteça. Percebe-se que os poderes Judiciário,Executivo e Legislativo, atuam em conivência com a essa violência toda no estado.

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.