então fez-se violência

Para acabar com a violência basta criar emprego. Uma população com renda encontra saídas para seu futuro.

Quando a violência aumenta logo aparecem as vozes que julgam ser necessário o aumento da força. Mais armas e mais ação policial. A eqação é um desastre. Serve bem para atacar as populações tidas como descartáveis.

É preciso que a comunidade se conheça. É preciso observar o que fazemos com nossas crianças e adolescentes. Oferecer condições de acesso à cidade, de redes de pertencimento, de apoio.

Para encerrar a violência crie-se pessoas e não desajustados de várias ordens. Mas não adianta procurar nos "bandidos" e "maus" a causa da violência. Estes também são produtos dessas relações esgotadas.

O ventre de suas mães construíram bebês humanos e não monstros; os monstros são criações do nosso coletivo, uma imagem de nossas relações sociais, esticadas, no limite.

A tarefa então é refazer os laços, incentivar a solidariedade, "adotar" amigos, enlarguecer nosso horizonte. Quando cada um puder ser reconhecido então não se levantarão mais armas nem dedos em riste.

Quem defende um estado policialesco não quer enfrentar a violência na origem, deseja apagar incêndios sazonais.

atenas_estudantes_2008

Estudantes enfrentam a polícia em Atenas foto: bigpicture

então fez-se violência então fez-se violência Reviewed by davy sales on domingo, dezembro 14, 2008 Rating: 5

Nenhum comentário:

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.