São, os arapiraquenses, jeca-tatús? ou A pobreza que nos consome

Em Arapiraca, o prefeito Luciano Barbosa tem capital político para anular qualquer concorrência. A cidade que se orgulha de dizer ser a segunda maior cidade do Estado, ficou com a oposição calada e apática. Nessa eleição, os caciques da política determinaram: ou vota em Luciano Barbosa ou anula o voto. É uma eleição "de mentira" embora legalmente posta, artefato forjado nos restritos circuitos da política atrasada e conservadora do agreste. Não há nenhuma força política popular na cidade, senão não estariam acuados.

Não é que Luciano não mereça confiança ou apreço mas a cena política local nunca avançou, é sempre um jogo de cartas marcadas. Isso não é problema só do prefeito, mas de uma comunidade crescida e alimentada nos currais desse vasto interior, entendendo sempre por política um sinônimo para assistencialismo, nepotismo, corporativismo... O prefeito aponta como uma força relativamente nova, mas ainda muito amarrada às antigas negociações peemidebistas. Quando ele sair desse circuito conservador, será mais forte ainda.

Na terra dos homens subalternos, as três candidaturas parecem afirmar o óbvio: só há um candidato. Lucivan é, salvo o contrário, desconhecido da cena política local, tanto quando o pastor Ivan. O desenho dessa eleição é um equivoco, pois dispensa o debate popular, as propostas e projetos para a cidade. Instaurou-se um ambiente estranho. Estamos numa cidade sem confronto de idéias.

Muitos dizem que foi Renan quem obrigou que nossa eleição fosse assim. Sem capital político em Maceió, vem instruir o "rebanho" das terras agrestes. Ele quer Collor como governador. Collor que ignora a representação que lhe foi dada para atuar no senado. Luciano Barbosa, mesmo com capital político próprio, parece seguir o norte do PMDB.

São, os arapiraquenses, jeca-tatús? ou A pobreza que nos consome São, os arapiraquenses, jeca-tatús? ou A pobreza que nos consome Reviewed by davy sales on quinta-feira, julho 17, 2008 Rating: 5

Um comentário:

Anônimo disse...

SÃO TODOS = FARINHA DO MESMO SACO NÃO EMPORTA QUEM É QUEM NO FINAL ELES VÃO DESFRUTAR 4 ANOS DO BOM E DO MELHOR E O POVO RECLAMAR QUE NÃO FAZEM ISSO E AQUILO SEMPRE É ASSIM QUE PENA QUE O POVO NÃO APRENDE CANIDATOS COM PASSADO OBISCURO NÃO SE VOTA ( é boato não devo sempre eles falan assi + nossos avô ja falava onde a fomaça a fogo )

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.