mapa de Arapiraca e população




Arapiraca não é somente uma cidade, hoje representa um conjunto de cidades, que tem nela seu centro nervoso, social, econômico e político. Nossa região está acordando agora, depois da decadência da cultura fumageira, a cidade tém procurado outras saídas. Um distrito indústrial (que ainda não marca nem mudou a cidade), duas boas universidades (uneal e ufal), o vindouro cefet, muitas faculdades privadas (iesc, cesama, cesmac, unopar, nca). Falta-nos capacidade técnica para criar e manter um sistema de transporte público, uma política pública de urbanização de comunidades pobres, uma orientação mais ativa sobre emprego, renda e perspectivas para os mais jovens.

Segundo o IBGE (2006),

Arapiraca 202.390
Campo Grande 8.464
Coité do Nóia 13.615
Craíbas 22.986
Feira Grande 22.909
Girau do Ponciano 30.884
Lagoa da Canoa 23.009
Limoeiro de Anadia 27.823
São Sebastião 32.397
Taquarana 17.221

Total (grande arapiraca) ===> 401.698 habitantes

Posted by Picasa
mapa de Arapiraca e população mapa de Arapiraca e população Reviewed by davy sales on quinta-feira, julho 05, 2007 Rating: 5

Um comentário:

Ruy Reis disse...

Imitar sem contrariar.
Prof. Ruy reis@reis
Prof Apoio Geo\história-Mundo Urbano - E.E Alberto Conte\Maria Petronila
São Paulo –SP- Especialização e graduação USP\PUC
Nesses últimos 160 anos, o mundo vem passando por um processo migratório bastante acelerado alterando o modo de vida urbano, surgindo grandes cidades e metropolização onde o fenômeno urbano multiplica com intensidade e um volume maior de pessoas vão morar nas cidades , segundo a ONU, cerca de 2 bilhões de pessoas migrarão dos países ricos para os países emergentes até 2025, afinal, trata-se de um fenômeno natural e que mudará o cenário das cidades no mundo. É claro que o Brasil, que forma hoje a BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China ) membros dos países emergentes está inserido neste contexto. Arapiraca não poderia ficar de fora, conforme pude observar ano passado quando visitei minha família. Uma cidade contrariada, automobilística, demográfica e pouco investimento urbanístico, o que torna a cidade um caos, trânsito caótico, falta de infra-estrutura, áreas de lazer, saúde pública de qualidade, segurança, esportes e cultura, produzindo assim males ambientais e sociais. Desenvolvimento econômico e crescimento social devem caminhar juntos dentro do processo de urbanização. Problemas econômicos não justificam o espaço urbano. Os problemas urbanos não são naturais, é problema do homem, por isso devemos atuar no sentido de melhorar.
Por outro lado há uma idolatria das outras cidades em imitar São Paulo: modelo automobilístico, sistema de transportes desumanos, condomínios fechados, o que torna um absurdo, uma irracionalidade . Arapiraca necessita de políticas públicas, não há auto-visibilidade, pesquisas sobre a cidade e etc... Desta forma estamos promovendo política anti-urbana, de negação da cidade e isso é um problema não apenas de Arapiraca, mas em todas as cidades do Brasil, com exceção apenas de Curitiba. Cidade é mais que numérica.

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.