novo campus da UFAL em Arapiraca

Folhauniversitária
Lenilda Luna
Jornalista

(...)

Ccom - A Interiorização da Universidade foi aprovada depois de muita negociação com o Governo Federal, através do Ministério da Educação. O Campus do Agreste vai atender a demanda do Ensino Superior na região?

Reitora - A proposta de Expansão das Universidades foi uma ação positiva do Governo Lula, e nós reitores, através da Andifes - Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior, abraçamos essa causa enxergando nela a oportunidade de atender essa demanda reprimida. No nosso caso, a Universidade concebeu um projeto prevendo três campi: no agreste, no sertão e na zona da mata. Foi autorizado o do Campus do Agreste. Nós vamos ainda tentar, nesses últimos dois anos de gestão, avançar com mais um campus, ou quem sabe os outros dois. Nós temos consciência da necessidade dessa expansão. È uma grande oportunidade para os jovens do interior. Em Alagoas, 68,5% dos estudantes do ensino médio estão no interior, segundo dados da Secretaria Executiva de Educação, isso justifica a interiorização.
Existe uma oferta de vagas nas faculdades privadas no interior, mas nós sabemos que a situação sócio-econômica do nosso estado é muito dura para que esses estudantes tenham condições de pagar o ensino superior, então são as universidades públicas que tem procurado cumprir o seu papel e a sua função social. É importante essa descentralização para oferecer a esses jovens um acesso ao ensino de qualidade e gratuito. Dessa forma, a interiorização é um grande marco. Na nossa gestão, é uma meta prioritária. Eu considero como o maior projeto de desenvolvimento do nosso estado.

Ccom - A divulgação da interiorização criou uma grande expectativa entre os jovens do interior, quando é que eles vão poder fazer vestibular, e vão concretamente poder ir para a sala de aula na universidade do Agreste?

Já saiu a portaria autorizando a criação de 58 vagas para professores na Universidade do Agreste. Em abril ou maio, o Concurso Público para professor deve estar acontecendo e será realizado em Arapiraca. Também já recebemos os recursos do MEC correspondendo às duas primeiras parcelas de recursos federais. A primeira, de 1 milhão e seiscentos mil reais, para a recuperação e ampliação do prédio que foi doado pela prefeitura de Arapiraca. A licitação para as obras já está aberta. No final de dezembro, foi antecipada a parcela de 4 milhões e 200 mil reais, correspondente ao ano de 2006, para investir em equipamentos de laboratórios e biblioteca para o funcionamento do campus de Arapiraca. O vestibular também está marcado para abril e maio. A previsão para o início das aulas é para agosto de 2006. Serão oferecidas 640 vagas para alunos em 16 cursos ofertados. Nós descentralizamos alguns cursos, dois vão funcionar em Penedo e um em Viçosa. Sendo assim, nesse ano, a Ufal já vai estar interiorizada, com professores morando e trabalhando em Palmeira dos Índios, Penedo e Viçosa.

(...)
novo campus da UFAL em Arapiraca novo campus da UFAL em Arapiraca Reviewed by davy sales on terça-feira, janeiro 24, 2006 Rating: 5

Nenhum comentário:

Davy Sales (2012). Tecnologia do Blogger.